Receita alemã: Spätzle

Receita alemã

Receita alemã: Spätlze – macarrão caseiro

Foto: Michel Teo Sin

Spätlze é o macarrão caseiro típico do sul da Alemanha. Também encontrado na Áustria, Hungria e Norte da Itália. A origem da palavra é considerada controversa. Uma hipótese para o conceito deriva de uma má tradução da palavra Spezzato, que significa cortado em pedaços. A receita é basicamente farinha de trigo, ovos e água.

Eu gosto de usar leite em vez de água, por que a massa fica mais gostosa (leite tem mais sabor e gordura).

Ingredientes:

  • 250 gramas de farinha de trigo
  • 2 ovos
  • 1 colher de chá sal
  • 125 ml de água
  • Sal, pimenta do reino e noz-moscada
  • 1 maço de salsa fresca
  • 300 gramas de queijo mussarela

Modo de preparo:

Misturar todos os ingredientes e bater em punho por 10 minutos até a massa criar bolas de ar.
Deixar a massa descansar por 15 minutos. Para finalizar usar o aparelho de fazer spätzel (spätzle maker) e cozinhar em água fervendo com sal.
Se a massa ficar na superfície por 3 minutos tirar e resfriar em água fria com sal. Antes de servir saltear na frigideira com um pouco de manteiga. Temperar com noz-moscada e acrescentar o queijo mussarela e salsa picada.

Servir quente como acompanhamento ou prato principal.

Segue abaixo mais fotos sobre Spätzle – macarrão caseiro alemão:

Receita alemã

Receita alemã: Spätlze – bater em punho por 10 minutos até a massa criar bolas de ar.

Receita alemã

Receita alemã: Spätlze- usar o aparelho de fazer spätzel (spätzle maker) e cozinhar em água fervendo com sal.

Receita alemã

Receita alemã: Spätlze – antes de servir saltear na frigideira com um pouco de manteiga.

Receita alemã

Receita alemã: Spätlze – temperar com noz-moscada e acrescentar o queijo mussarela e salsa picada.

Receita alemã spätzle

Spätzle – macarrão caseiro.

Guten Appetit,

chef alemão Heiko Grabolle.

 

About these ads

43 Respostas para “Receita alemã: Spätzle

  1. Lá no Rio Grande do Sul a receita é conhecida por CLÊS. A diferença é que os pedaços são maiores. Faz sentido ou estou enganado? Deu água na boca aqui…

  2. Betina Schlieper Gouvêa

    Adoro essa receita e tb faço aqui em SP mas acrescento bastante manteiga bem dourada e farinha de pão bem torradinha e quentinha por cima ao invés de queijo …fica uma delícia e é exatamente como minha großmutter fazia!

    • Betina!!!

      Não acredito que voce também faz! Foi uma surpresa encontrar voce aqui.

      abçs a todos.

      Vera Lia Schiller

      • Betina Schlieper Gouvêa

        Oi Vera, faço quase toda semana aqui em casa com a máquina de spätzle da großmutter lá de Rolândia que acabou ficando comigo. Beijão para todos aí tb!

  3. a receita é basicamente farinha de trigo, ovos e água…e um Spätzle maker!!
    super!

  4. Edir Roslindo Kuhn

    Ola Chef Heiko

    Lembra sou ex aluna sua.
    Estudo na univali.
    Voçe foi meu professor, por sinal muito bom professor.
    No mes de fevereiro estou homenagiando a gastronomia Catarinese.
    Iniciei com Açoria, Italiana e agora Alemã. Os clientes estão apreciando.
    Vou testar esta receita no meu restaurante.
    Abraços
    Chef Edir

  5. Silvano Jose da Silva

    Caros amigos

    Em que restaurante se como isso aqui no Rio de Janeiro?

    Um abraço

    Silvano

  6. Pingback: Aula sobre cozinha alemã | Chef Heiko Grabolle

  7. Pingback: Culinária alemã: minhas 10 receitas alemãs mais acessadas | Chef Heiko Grabolle

  8. Pingback: As receitas do chef alemão | Chef Heiko Grabolle

  9. quero fazer , acho uma obra de arte fazer uma massa assim , amo seu trabalho , e de uma dedicação total ao bom sabor e ao bom gosto . voce e o maximo .

  10. Pingback: Spatzel. « receitas rápidas

  11. Pingback: Receita alemã: Filé mignon com frango | Chef Heiko Grabolle

  12. EU ADORO ESTE PRATO FAÇO COM MOLHO DE CARNE FIÇA DIVINO….

  13. Profe. vou estrear meu spätzle maker e fazer essa receita.

  14. Ainda para o Leandro,
    Eramos do sul do Parana, e se nao me engano escrevia-se Klosse , com trema no o. Aas vezes minha avo misturava carne desfiada na massa.

  15. Liane Bauer Castor Diehl

    Olá a todos, me chamo Liane Bauer C. Diehl e sou descendente de colonos alemães da cidade de Petrópolis, no Riod e Janeiro e, sabem de uma coisa, aqui em casa tb consumimos muuuuuuito spätzel, que sirvo com um suculento gulash, com bastante páprica… meus filhos adoram! Atualmente curso gastronomia no SENAC e, seria muito interessante ter o Chef Heiko para um workshop em nossa cidade. Que tal? Fica aí o convite…
    Guten apetit für alle!
    Auf wiedersehhen

  16. olá caríssimo chef tens como me conseguir a receita de Klösses, meu marido ama mas não acerto o ponto da massa sempre fica com cara de bolinho mal cozido. A receita que tenho é 1xicara e 1/2 de farinha de trigo, 1 ovo inteiro, 1 xicara de leite, 2 colheres de café de fermento em pó e 1 colher de café de sal, mistura tudo e cozinha as colheradas, mas sempre fica mole por dentro se cozinhar mais desmancha se colocar mais farinha fica duro, tô começando a não entender acho que falta algo. Me ajude por favor
    viviane cichowski rieger

  17. Acho que aqui na Alemanha (Dietfurt (sul)) eles fazem com farinha de milho, e na epoca dos fungos e servido com um delicioso molho de un fungo amarelo….uma delicia

  18. Puxa já um bom tempo que isso foi publicado mas achei muito interessante e me fez recordar os tempos de criança que ficava rodeando minha “oma enquanto”cozinhava, a receita eu aprendi e faço em casa até hoje, basicamente é a mesma mas sem medidas vai a olho mesmo e sempre da certo, somente na hora de cortar que ela fazia diferente , cortava a massa mólinha na borda de uma tijela com uma faca e ficava com esta aparência. Bons tempos… tenho certeza que foi destes tempos que veio a minha facilidade para cozinhar e fazer massas pois em todas as vezes lembro e sinto a minha “oma” por perto ….Abços a todos

  19. Pingback: Culinária dos imigrantes alemãs faz parte da gastronomia brasileira | Chef Heiko Grabolle

  20. A receita que tenho é trigo, sal, ovo, agua ou leite, salcinha, e depois cozinha em uma agua com um caldo de galinha ou entao cozinha na agua com chucrute…. fica divino.

  21. Maria Tereza Sawaya

    e onde compro a maquininha de fazer?

  22. Pingback: 8º festival gastronômico de Pomerode foi um sucesso | Chef Heiko Grabolle

  23. Spätzle tem que ser feito com uma tabuinha e escorrer as massinhas com uma faca pra dentro da água fervente. Nada de Spätzle maker. Senão não tem graça. A massa é isso aí, farinha de trigo, ovos e leite (ou água, eca) e pouco sal. Aqui em casa é comida de Natal ou aniversários.

    • Falou e disse Lala, é com tábua e faca, nada de aparelho. Minha avó materna trabalhava em um restaurante em Blumenau e eu via os cozinheiros fazer exatamente como você disse. Abraço.

      • Tábua e faca?? Como?
        Eu faço em casa, mas coloco a massa em uma colher e vou cortando com o dedão.
        Mas pra fazer em grande quantidade, além de demorar muito, machuca o dedo, rs.

  24. Pingback: Receita Goulash – popular na Alemanha | Chef Heiko Grabolle

  25. suimarle elen a. ferreira

    adorei

  26. Pingback: Cozinha alemã em Blumenau | Chef Heiko Grabolle

  27. I really like your blog.. very nice colors & theme. Did you create this website yourself or did you hire someone to do
    it for you? Plz answer back as I’m looking to design my own blog and would like to know where u got this from. thanks a lot

  28. eita! achei que pouca gente conhecia essa receita. A diferença é que faço maior e sirvo com molho variado: de frango, carne maída, calabresa. Sou do sul e minha mãe fazia muito. faço quase todas as semanas.

  29. Pingback: Spaetzle | Na Cozinha do Carlos

  30. seu blog é sensacional, grata por compartilhar. fiz sua receita de spatzle, ficou show! angela
    orapitangas.blogspot.com

  31. Chef boa tarde,

    Será que o senhor poderia me ajudar onde comprar A spätzle maker.
    Já procurei na internet e não consegui achar.
    Grata,
    Alicia

  32. Oi Heiko,

    eu AMO Spätzle, mas o que dá MUITO trabalho é picar na mão. Onde encontro a spätzle maker????

  33. Pingback: 1ª Spätzlefest no Brasil | Chef Heiko Grabolle

  34. Pingback: Receita alemã: Spätzle verde | Chef Heiko Grabolle

  35. Pingback: As 10 receitas alemãs mais acessadas | Chef Heiko Grabolle

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s