Receita alemã do creme bávaro – Bayerische Creme

Mais uma receita alemã para a nossa coleção: o creme creme bávaro, ou  Bayerische Creme como chamamos em alemão.

Já produzi muito essa receita durante a minha formação nos anos 93 a 96 no restaurante Alter Wartesaal em colônia e desta vez decidi cozinhar no dia dos namorados no nosso restaurante Senac Blumengarten. Foi um sucesso!

Esse creme tem uma consistência de pudim versus mousse, é bem leve servido geralmente com frutas vermelhas. Tem um texto bem bacana no site da Deutsche Welle sobre este creme, compartilho aqui com vocês aqui.

Mas vamos a receita:

Ingredientes:

  • 1 fava de baunilha cortada ao meio
  • 300 ml de creme de leite fresco
  • 15 gramas de gelatina em pó
  • 60 ml de leite
  • 80 gramas de açúcar
  • 5 gemas e claras (separadas)
  • 1 colher de chá de essência de baunilha
  • 300 ml de nata batida (Chantilly – deixar na geladeira)

Método de preparo:

Raspar a fava de baunilha e misturar com o creme de leite numa panela (fava e casca de baunilha) e levar à fervura. Quando ferver desligar e deixar descansar por 30 minutos na própria panela.

Misturar a gelatina em pó com o leite numa tigela pequena e deixar hidratar por mínimo 15 min.

Numa outra tigela misturar o açúcar com as gemas.

Remover a casca da baunilha e aquecer o creme de leite na panela novamente e quando estiver quente (aprox. 70ºgraus) misturar rapidamente na tigela com as gemas e o açúcar.

Fazer banho-maria da mistura do creme e gemas. Mexer a mistura até começar a engrossar (essa é parte mais sensível da receita – precisa cuidar para não ultrapassar os 65 a 70º graus, se não o ovo vai cozinhar!).

Quando chegar ao ponto da mistura (quando ela reveste a parte de trás de uma colher) remover da panela e acrescenta a gelatina. Mexer até obter um creme bem cremoso.

Deixar o creme resfriar num banho de gelo até a temperatura ambiente. Em seguida misturar lentamente a essência de baunilha e a nata batida (chantilly), cuidar para não bater demais, se não a nata pode talhar. Melhor mexer com a pá pão duro.

Em seguida despejar o creme na forma de servir, podem ser vários potes, copos ou uma forma tipo de pudim. Importante passar um pouco de água antes na forma para melhor desenformar.

Deixar resfriar por pelo menos 4 horas. Na hora de servir passar uma água quente da torneira por fora ou usar uma faca pequena para retirar o creme pronto.

Servir em seguida. Na minha versão servi com tuille e frutas vermelhas.

Guten Appetit.

Segue abaixo algumas fotos para ilustrar melhor, infelizmente não tirei fotos no começo, tenho a partir do momento que misturo o creme com a nata batida…

Neste momento já comecei a misturar a nata batida com o creme. Olha na foto como parece no começo. Precisa misturar bastante até formar um creme, e cuidado, as vezes melhor misturar com um pão duro do que com um fue.

Coloque a nata batida (chantilly) aos poucos!

Olha que lindo ficou o creme, da para ver até os pontinhos pretos da fava de baunilha.

Clique na foto para a minha receita de tuille.

Clique na foto para a minha receita de frutas vermelhas – Rote Grütze

Eis o resultado final, foi um sucesso! A acidez das frutas, o creme fofo doce com sabor de baunilha e a crocancia das tuilles combinam muito bem!

Guten Appetit e até a próxima receita!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s