Arquivo da tag: Apfelstrudel

As 10 receitas alemãs mais famosas

Culinária alemã

#CozinhaAlemã

A tradicional culinária alemã é uma cozinha adaptada ao clima bastante definido entre as estações e a sua geografia. Com uma linguagem rica em qualidade e reaproveitamento,  hoje é a segunda mais estrelada após a França, pois evoluiu suas técnicas e manteve seu precisoso sabor.

Já a culinária alemã do Brasil é uma cozinha mais tradicional e conservadora, com pratos típicos como marreco recheado, joelho de porco (o famoso Eisbein) e o chucrute. Pratos raros no cardápio das casas e restaurnates da Alemanha. Por este motivo que infelizmente a culinária alemã é rotulada como uma culinária pesada e forte.

Por este motivo, eu, o chef alemão Heiko Grabolle, radicado no Brasil desde 2003, venho mostrando através do meu trabalho, os elementos da culinária alemã atual nas receitas, que embora tradicionais trazem sabor e texturas mais leves:

Segue a lista das minhas 10 receitas alemãs mais famosas:

1. Apfelstrudel

Apfelstrudel

Apfelstrudel – rocambole assada recheada com maçã e especiarias.

2. Goulash

Goulash

Goulash (ou tb Gulash) – é um ensopado de carne (que pode ser de bovina, suíno e até de peito de frango), porém se destaca pelo sabor marcante da páprica doce.

3. Purê de maçã

Purê de maçã

Apfelpuree – purê de maçã, combina perfeito com marreco recheado e com carnes assadas.

4. Spätzle

Spätzle

Spätzle – o macarrão caseiro dos alemães.

5. Chucrute

Chucrute

Sauerkraut – chucrute combina muito bem quando cozido com carnes.

6. Hackepeter

Hackepeter

Hackepeter – carne crua temperada e servido na hora.

7. Cuca de banana

Cuca de banana

Bananenkuchen – cuca de banana é bom com canela.

8. Rollmops

Rollmops

Rollmops – peixe em conserva.

9. Eisbein

Joelho de porco

Eisbein – joelho de porco, que pode ser cozido ou assado.

10. Batata assada

Batata assada

Gebackene Kartoffeln – batatas assadas com creme.

11. Chucrute com lingüíça

Chucrute com linguiça

Sauerkraut mit Wurst – chucrute com linguiça, uma combinação perfeita.

Para conhecer mais receitas alemãs segue este link: Minhas Receitas Alemãs

Guten Appetit,

Chef alemão Heiko Grabolle.

Anúncios

8º festival gastronômico de Pomerode foi um sucesso

É a terceira vez que eu participo do Festival Gastronômico de Pomerode, um festival muito gostoso, familiar e elgante que combina perfeito com o  clima, com a comida e a cidade que não por acaso é conhecida como “a cidade mais alemã do Brasil!” É com grande orgulho que vejo esta festa ficar cada vez mais bonita.

Cidade alemã

8º festival gastronômico de Pomerode

A oferta do cardápio oferece comida típica alemã com aperetivos, pratos principal e sobremesas. Eu participei neste ano com o meu prato “carro chefe”  Spätzle servido com lingüíça tipo Blumenauense além de duas aulas shows . Foi um sucesso com a platéia que estava lotada, preparei o Currywurst num dia e o Apfestrudel para todo mundo no outro dia, imaginaram??? Vou apresentar no próximo post!

Confiram as fotos abaixo:

Restaurantes alemães

O ambiente com clima de restaurante servido por vários restaurantes, adegas, bandas, cozinha show, entre outras atratividades é cada vez mais aconchegante.

Restaurantes alemães

Apresentação da comida alemã Currywurst com o “aluno voluntário”: Eduardo Paes de Barros.

Restaurantes alemães

A equipe faz a força!

Restaurantes alemães

Cozinhando Spätzle fresco todos os dias!

Restaurantes alemães

“Alunos voluntários” da aula show de Apfelstrudel.

Restaurantes alemães

Obrigado a todos os participantes e equipe de apoio!

Mais uma vez parabéns a todos que participaram e até o próximo ano em Pomerode!

Para ver mais fotos clique no link do próprio site de Pomerode: www.vemprapomerode.com.br.

Abraços e até mais,

Chef alemão Heiko Grabolle.

Culinária dos imigrantes alemães faz parte da gastronomia brasileira

Há mais de 180 anos que os alemães iniciaram a imigração ao Brasil. E na bagagem, além de poucos pertences trouxeram hábitos e receitas que podemos provar hoje em algumas cidades como Pomerode, Blumenau, Santa Cruz do Sul e Campos do Jordão, por exemplo.

Cozinha dos imigrantes alemãs

Culinária dos imigrantes alemãs faz parte da gastronomia brasileira.

Eu fico muito contente de ver como estas receitas se fixaram e se adaptaram neste país cheio de sabor, cor e aroma. É fácil de ver a técnica da receita misturada com os ingredientes brasileiros. Eu celebro isso!

Acredito que o principal desafio era cultivar e adaptar as receitas a oferta de novos produtos, sofrendo assim algumas alterações. Hoje esta evolução faz parte da culinária brasileira listando, por exemplo, o marreco recheado, joelho à pururuca, truta com pinhão, rocambole de maçã (Apfelstrudel), o leitão assado, a batata recheada, o macarrão caseiro (Spätzle), o peixe em conserva (Rollmops), as diversas cucas com frutas ou cremes, as ricas tortas como a Floresta Negra e Torta Alemã, diversos tipos de linguiças e salsichas como Bock, Weiss e lingüiça tipo Blumenau, etc….

Culinária dos imigrantes alemãs

Salsicha branca, chamada Bratwurst em alemão.

E claro, não podemos nos esquecer da cerveja que é a bebida nacional do Brasil. Com o crescimento gastronômico houve uma valorização da lei de pureza fazendo surgir novas marcas e a degustação virou alvo da gastronomia. Encontramos hoje muitas ofertas e diversos sabores de cerveja no Brasil.

Com a tradição a culinária dos imigrantes alemães no Brasil manteve-se ligada a preparações de receitas que carregam nata, manteiga, bacon, carne de porco, muitos miúdos, queijos, conservas, embutidos, etc., pois era o tipo de alimentação típica para o clima alemão: frio rigoroso com pouco sol.

Algumas receitas sofreram adaptação com o clima no Brasil que ofereceu ingredientes leves, a exemplo das cucas que receberam outras frutas além das maçãs e cerejas, como bananas, carambola, abacaxi, pêssego, coco, etc.

Culinária dos imigrantes alemãs

As culturas de imigrantes estão sofrendo transformações.

Hoje com a evolução da gastronomia no Brasil todas as culturas de imigrantes estão sofrendo transformações e redefinindo suas receitas, além dos pratos tradicionais citados acima o cliente pode optar hoje pelas novas criações como bolinho de batata em crosta de tapioca com farofa de bacon, molho de ervilha, panqueca fria com salmão defumado ou filé Schwarzwald – bife da floresta negra com molho de ervas e aspargo branco.

Culinária dos imigrantes alemãs

Cardápio típico alemão: salsichas e joelho de porco.

Nas minhas produções, eu gosto de usar, por exemplo: lingüiça cozida no chucrute, tulipa de pato, maçã verde caramelada com alfavaca, waffles alemães com sorvete ao molho de quentão, mini-barreado de galeto e feno, filé de linguado ao molho de cerveja, entre outras.

Podemos afirmar, contudo que a cozinha brasileira está evoluindo e entrando no mercado internacional levando seus ingredientes e carregando a influência dos imigrantes.

Abraços,

Chef alemão Heiko Grabolle.

Comida alemã na Oktoberfest

Marreco recheado

Receita alemã: um dos pratos mais famosos é o Marreco recheado, produto criado pela Empresa Villa Germania

O Oktoberfest é a maior festa alemã na Ámerica do Sul que acontece sempre no mês de outubro. Esta festa alemã é famosa pelas tradições, danças, oferta de cervejas e culinária típica alemã. Conheça abaixo os pratos típicos da cozinha alemã que vc pode encontrar na Oktoberfest em Blumenau:

Então já programou a sua vinda? A  maior festa alemã das Américas, a 28º OKTOBERFEST tem início do dia 06 de outubro e vai até dia 23 de outubro 2011.

Para mais informações acesse: http://www.oktoberfestblumenau.com.br

Ein Prosit para todos,

Chef alemão Heiko Grabolle.

Culinária alemã: minhas 10 receitas alemãs mais acessadas

Receitas alemãs

Receita alemã: chucrute com costelinha de porco, salsicha e batata. Foto: Michel Teo Sin.

A tradicional culinária alemã é uma cozinha adaptada ao clima bastante definido entre as estações e a sua geografia. Com uma linguagem rica em qualidade e reaproveitamento,  hoje é a segunda mais estrelada após a França, pois evoluiu suas técnicas e manteve seu precisoso sabor.

Já a culinária alemã do Brasil é uma cozinha mais tradicional e conservadora, com pratos típicos como marreco recheado, joelho de porco (o famoso Eisbein) e o chucrute. Pratos raros no cardápio das casas e restaurnates da Alemanha. Por este motivo que infelizmente a culinária alemã é rotulada como uma culinária pesada e forte.

Por este motivo, eu, o chef alemão Heiko Grabolle, radicado no Brasil desde 2003, venho mostrando através do meu trabalho, os elementos da culinária alemã atual nas receitas, que embora tradicionais trazem sabor e texturas mais leves:

Segue a lista das minhas 10 receitas alemãs mais acessadas:

  1. Apfelstrudel
  2. Batata assada
  3. Chucrute
  4. Spätzle
  5. Hackepeter
  6. Cuca alemã com ameixa
  7. Rollmops
  8. Purê de maçã
  9. Goulash
  10. Chucrute com lingüíça

Bom aptetite a todos,

chef alemão Heiko Grabolle.

Aula sobre cozinha alemã

Esta semana tive novamente o prazer de lecionar sobre a cozinha alemã no Senac de Florianópolis. Este módulo faz parte do Curso de Cozinheiro, um curso que dura praticamente 10 meses com mais de 800 horas de aula.

Além de Apfelstrudel e Hackepeter o que mais gostei foi de ver os alunos descrobrirem a nova cozinha alemã, e gostaram bastante, pois é muito mais leve e saborosa do que a tradicional.

O cardápio da semana foi:

  • Apfelmus (Purê de maçã)
  • Apfelstrudel (Strudel de maçã)
  • Bayrisches Sauerkraut (chucrute)
  • Dampfnudeln (Pãezinhos)
  • Elsasser Flammkuchen (Pizza alemã)
  • Frankfurter Grüne Sosse (Molho verde)
  • Gefüllte Ente (Marreco recheado)
  • Griebenschmalz mit Schwarzbrot (Banha cozida com pão preto)
  • Griessflammerie (Suflê de sêmola)
  • Hackepeter (Tartar de carne crua)
  • Käsekuchen (Bolo de queijo)
  • Spätzle (Macarrão caseiro alemão)
  • Knödel (Almôndegas alemães)
  • Kräuterpfannkuchen (Panqueca de ervas frescas)
  • Miessmscheln auf rheinische Art (Mexilhões com nata e vinho branco
  • Pfannkuchen mit Räucherlachs (Panqueca com salmão)
  • Pilzrahmsosse (Molho de cogumelos)
  • Reibekuchen (Panqueca de batata)

Segue abaixo algumas fotos do curso:

Cozinha alemã: Apresentar as técnicas de forma clara e objetiva.

Cozinha alemã: Spätzle - macarrão caseiro alemão

Cozinha alemã: Pose para a foto com o marreco recheado Villa Germania.

Cozinha alemã: O melhor momento para os alunos.

Cozinha alemã: Metodologia para eficiência do trabalho - Pudim de semôla (Griessflammerie em alemão)

Cozinha alemã: Ensinar e educar sempre que possível.

Turma do Senac 2011-1 - Motivação e reconhecimento.

Abraços e bons estudos,

Chef alemão Heiko Grabolle.

Para mais informações sobre o curso entre em contato com:

Faculdade de Tecnologia Senac

Coordenadora do curso: Katia Passos

Rua Silva Jardim, 360 – Prainha – Florianópolis – SC

http://www.sc.senac.br

Receita de Apfelstrudel do chef alemão

A receita do Apfelstrudel pode variar, pois depende dos ingredientes escolhidos para o preparo. Aprendi que o segredo é não abrir o forno durante a cocção e a degustação deve apresentar um sabor de maçã suculenta. Dependendo do tipo de maçã que você usa, o recheio contém mais ou menos umidade. Você pode regular então com o açúcar cristal, uva passas e farinha de rosca doce. É sempre interessante fazer um teste de purê com a maçã que você comprou.

Segue abaixo a minha receita preferida para 10 pessoas:

(Continuar a receita do Apfelstrudel igual aos fotos abaixo:)

Para a massa filó:

  • 250 gramas de farinha de trigo especial
  • 1 ovo
  • 125 ml de água morna
  • 1 Colher de chá de óleo de girassol

Modo de preparo:

Misturar os ovos com o óleo e a água (cuidar para ustilizar-se das medidas exatas, se o ovo for muito grande acrescente um pouquinho mais de farinha de trigo).
Peneirar e acrescentar a farinha de trigo e o sal. Sovar tudo para obter uma massa homogenia e firme (quanto mais você sovar a massa, melhor ela fica – 15- 20 min é o ideal) Embrulhar num pano e deixe descansar por pelo menos 20 – 30 minutos (melhor ainda se for por três horas).

Preparar o recheio:

Para finalizar o strudel, abrir a massa bem fina. Começar com um rolo primeiro e depois usar as costas da mão para esticar a massa.
Deitar a massa sobre um pano e distribuir o recheio por cima da massa (75%).
Embrulhar a massa com o recheio e assar no forno a 160 graus seco por 20 min. Para uma melhor aparência pincelar uma misturar de gema de ovo e nata por cima.

Receita para o recheio:

  • 8 maçãs
  • aproximadamente 100 gramas açúcar cristal
  • canela em pó ao gosto
  • 100 gramas uva passa
  • 60 ml Amaretto ou outro licor com sabore de amêndoa
  • 100 gramas castanha de caju sem casca
  • Farinha de rosca doce ao gosto

Modo de preparo:

Lavar e descascar as frutas. Cortar em cubos, e misturar todas as frutas juntas numa tigela / bowl.
Hidratar as uvas passas com o Amaretto, picar as nozes e castanhas. Em seguida misturar todos os ingredientes, menos à farinha de rosca.
Verificar a consistência do recheio e acrescentar farinha de rosca até o obter um recheio úmido, mas compacto.
Provar e acrescentar mais açúcar, se necessário.

Continuar a receita igual aos fotos abaixo:

Receita Apfelstrudel

Chef alemão e a massa do Apfelstrudel: Abrir a massa na mão – cuidado para não rasgar (para isto deixe a massa descansar por pelo menos uma hora)

Receita alemã

Trabalho em equipe na produção do Apfelstrudel: Abrir a massa cada vez mais até obter uma textura bem fina

Receita alemã

Massa do Apfelstrudel: A massa estará pronta quando puderes ler a receita através dela de tão fina.

Receita alemã

Preparando a massa do Apfelstrudel: Coloque num pano úmido e polvilhe com um pouco de açúcar

Receita alemã Apfelstrudel

Distribuir o recheio por cima da massa.

Receita alemã Apfelstrudel

Recheando o Apfelstrudel: Dobre as bordas e enrole (passa um pouco de água gelada nas bordas)

Receita alemã Apfelstrudel

Explicação do Apfelstrudel: Acomode a massa embrulhada numa travessa e asse no forno a 160ºC seco por mais ou menos 30 minutos.

Receita alemã Apfelstrudel

Textura: O Apfelstrudel deve ficar firme e crocante por fora e úmida e pastoso por dentro

Receita alemã

Receita alemã Apfelstrudel: Servir morno com sorvete de baunilha.

Guten Appetit!

Chef alemão Heiko Grabolle

Leia também: Um show de apresentação de Apfelstrudel.